Please update your Flash Player to view content.

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/observat/public_html/projeto/plugins/content/plg_jwadvanced/plg_jwadvanced.php on line 81

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/observat/public_html/projeto/plugins/content/plg_jwadvanced/plg_jwadvanced.php on line 81

Dados Políticos

 
Com o início do século XX teve inicio também o precário povoamento de nossas terras. Na década de 1910, algumas pessoas que residiam no campo vinham até o mar para pescar. E foi por volta de 1920 que começaram a chegar veranistas vindo da serra, a cavalo ou por charretes puxadas por mulas e bois, que aqui encontraram os primeiros hotéis Bom Filho que depois passou a se chamar Hotel Grizza e o do Pedro Nunes (foto desta página - cujo letreiro foi pintado por um dos hóspedes). Figueiras, araçás, butiazeiros e matinhos enfeitavam o nosso quadro de muitos lagos, cercados por cômoros de areia, muito altos. Para iluminação usavam velas, lampiões à querosene e carboreto, e a água era de poços particulares. Foi no final da década de 20 que ouve um crescimento maior, tanto de veranistas como de população fixa.
 
Como meio de transporte os barcos de carga eram os principais responsáveis pelo abastecimento de todo e qualquer material pelo abastecimento de todo e qualquer material de que necessitássemos. E eram as carretas que faziam o longo percurso de transportar do Porto da Barra do João Pedro aos seus destinos, as encomendas.
 
A viagem de Porto Alegre à Capão da Canoa era feita em três etapas:
 
Porto Alegre > Palmares - de vapor 
Palmares > Osório - de trem 
Osório > Capão da Canoa - vapor novamente
 
Aqui os vapores ancoravam no Porto da Barra de João Pedro ou em ocasiões especiais, no Porto da Camila (hoje a casa de bombas da CORSAN). Na época já haviam alguns veranistas que se aventuravam a vir de diligências via Tramandaí - Praia. Mais hotéis garantiam a boa acomodação dos turistas: o Hotel Atlântico, Bela Vista, Bassani e Rio-Grandense.
 
A primeira casa comercial, do senhor João Vidor, vendia de tudo, e se abastecia com mercadorias transportadas pelo barco e cavalo.Qualquer assistência médica deveria ser procurada nos centros maiores como: Cornélios, Maquiné ou Osório, de vapor ou a cavalo.
 
A alimentação básica, no inverno, principalmente, era peixe e marisco.
As missas, até então rezadas em casas de família, no verão passaram a ser celebradas no Hotel Rio-Grandense, de propriedade do senhor Alberto Mury e celebrada pelo Padre Henrique.
 
E foi nos anos 30 que os hotéis instalaram seus geradores de luz, seus poços com bomba para puxar água.Construíram o Farol e com ele chegou o primeiro telefone, de propriedade da Marinha, que ligava Capão da Canoa a Osório.
 
A primeira Escola da sede, também aconteceu nesta época (1932) com a professora Maria de Lourdes M. Véras buscando alunos em casa, comprando roupas e materiais escolares para as crianças, além de lavar seus rostinhos e mãos para poderem frequentar a sala cedida na casa de seus pais Guilherme e Conceição Véras. Foi seu pais quem fabricou as mesas e bancos a serem ocupados pelos alunos.
 
Os carros começavam a trafegar pelo balneário, vindos de Porto Alegre a Tramandaí e Tramandaí a Capão pela praia.O Expresso Jaeger realizava uma vez por semana e depois diariamente, a grande façanha de viajar Porto Alegre a Torres, trazendo com ele carregamentos, passageiros, recados e avisos, um autêntico meio de comunicação. Foi na década de 30 que veranistas e população de inverno se uniram para construir e equipar a primeira capela Nossa Senhora de Lourdes, localizada onde hoje é o edifício Sepé e Guaraní.
 
Na década de 40 iniciou a movimentação maior e o progresso acelerou.
Lagos e laguinhos começaram a ser aterrados com as areias dos cômoros, as construções começaram a proliferar em decorrência da instalação da primeira fábrica de móveis e esquadrias da empresa Capão da Canoa que tinha como funcionários os senhores Hans e Hugo Birlem, e depois Birlem e Cia. Ltda. já como um dos sócios o senhor Otto Birlem.
 
A empresa Cometa dos senhor Constantino Eckermann começou a operar com um ônibus que fazia diariamente a linha Capão da Canoa-Osório usando a estradinha recém aberta, atravessando a Barra do João Pedro com uma balsa que mais tarde cedeu lugar a atual ponte no Canal João Pedro, RS 407.
 
Criou-se na época a Cooperativa de Energia Elétrica, na qual os associados tinham direito de receber luz nos seus hotéis e casas particulares, no horário de inverno de 17 horas e 30 minutos às 22 horas e no verão das 20 às 24 horas. Segundo o senhor André Pusti, encarregado do controle operacional da Cooperativa, este horário era flexível mediante o pagamento de taxas extras e em dias especiais de alguma comemoração ocasional. Havia uma precária iluminação pública.A água embora de poço, puxada pela força de cata-vento foi canalizada pela empresa Capão da Canoa, de propriedade de José Agostinelli e Ramiro Correa que construiu a primeira caixa d'água na atual Paraguassú esquina Pindorama, e que ainda hoje existe ornamentando o local.
 
A Festa de Santo Antônio entrou para o calendário de inverno. Era uma semana inteira de comemorações. Todos os fazendeiros vinham passar a semana aqui. Bandinhas de Tramandaí abrilhantavam as festividades, leilões animavam e avultavam a arrecadação, comes e bebes não faltavam.  No verão a festa de Nossa Senhora de Lourdes movimentava com os veranistas. O esporte era futebol de campo aberto, primeiramente onde hoje está o edifício Aimoré, e após a construção deste na pracinha do centro. No inverno a população iniciou o movimento para construir o Capão da Canoa Futebol Clube, ao mesmo tempo que frequentava as carreiras de cavalo na Pomba Assada, perto do Porto da Camila.
 
Os hóspedes dos hotéis se reuniam todas as noites, cada noite em um hotel para conversar e dançar, e no hotel Rio-Grandense aconteceram alguns shows artísticos. Os carnavais eram de rua, com fantasias de papel, carretas de bois enfeitadas e o clássico banho de mar para coroar a festa. Como passeio os veranistas contratavam carrocinhas puxadas por bodes ou cabritos, para distrair as crianças, que ficavam durante este período cuidadas pelo responsável da carrocinha.
 
Após o jantar os veranistas faziam tradicional passeio pela praia até o farol.
Os horários do banho de mar eram das 8 horas e 30 minutos às 10 horas e 30 minutos e das 15 às 16 horas. O almoço era em torno das 11 horas, 17 horas já era considerado à tardinha, preparativos para jantar.A temporada de verão compreendia os meses de janeiro, fevereiro e março. Nos anos 1950-1960 mais progresso mais veranistas, mais população fixa, mais atrações.
 
Durante o veraneio, instalaram-se no Edifício Aimoré a primeira barbearia e o primeiro restaurante, cujo Maitre, de categoria internacional vinha do Restaurante Quitandinha do Rio de Janeiro, trazido pelo senhor Ramiro Correa. A rodoviária e a telefônica, que passou a ter maior alcance e prestar maiores serviços, também se instalaram no edifício Aimoré.
 
 
Características políticas gerais
 
A cidade de Capão da Canoa está inserida nas seguintes regiões do Corede:
 
  • Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre;
  • Microrregião Osório;
  • Região metropolitana;
  • Possui como municípios limítrofes Arroio do Sal e Xangri-lá;
  • Munícipio de origem:Osório;
  • Data de emancipação 12 de abril de 1.982. (Lei nº . 7638)
  • A cidade de capão da canoa está inserida, de acordo com a classificação da Fundação de Economia e Estatística, no Corede Litoral.
  • Feriados municipais: 12 de abril - Emancipação do município e 11 de fevereiro - Nossa Senhora de Lourdes – Padroeira.
  • Gentílico: caponense
 
Formação Administrativa
 
  • Pela lei municipal nº 05, de 10-03-1983, revogada pela lei municipal nº 67, de 26-12-1984, que, contudo, confirmou a criação do distrito de Hidráulica ex-localidade e anexado ao município de Capão da Canoa.
  • Pela lei municipal nº 222, de 26-01-1987, é criado o distrito de Curumim ex-localidade e anexado ao município de Capão da Canoa.
  • Pela lei municipal nº 344, de 19-04-1989, é criado o distrito de Centro Sul e anexado ao município de Capão da Canoa. Pela lei municipal nº 342, de 19-04-1989, é criado o distrito de Arroio Teixeira e anexado ao município de Capão da Canoa
  • Pela lei municipal nº 402, de 14-03-1990, é criado o distrito de Rainha do Mar e anexado ao município de Capão da Canoa
  • Pela lei municipal nº 346, de 19-04-1989, é criado o distrito de Capão Novo e anexado ao município de Capão da Canoa.
 
 
Características geográficas:
 
  • Área 97,096 km²
  • Densidade 398,0 hab./km²
  • Altitude 6 metros
  • Clima Temperado (subtropical úmido)
  • Capão da Canoa está dividida em quatro distritos:
  • Distrito de Capão da Canoa, sede do município
  • Distrito de Capão Novo
  •  Distrito de Arroio Teixeira
  • Distrito de Curumim
 

Dados Econômicos:



PIB (1000 R$) 2005
316.476,00

PIB per capita (R$) 2005
8.461,00
 
VAB da Agropecuária no RS (%) em 2005
0,02
 
VAB da Indústria no RS (%) em 2005
0,11
 
VAB dos Serviços no RS (%) em 2005
0,32
 
Principais atividades econômicas do município
 
  • Turismo - Uma das principais atividades econômicas do município, é desenvolvida apenas nos meses de veraneio. Nesta época toda a comunidade caponense ocupa sua mão de obra, nos vários setores, para atender toda a mão de obra que o município recebe. Entre os vários setores, o que mais emprega são os hotéis, restaurantes, o comércio em geral e área de lazer.
  • Construção civil - É uma das principais fontes de renda do município. É esta atividade que mais emprega mão de obra, durante praticamente o ano inteiro.
  • Setor imobiliário - Através do grande desenvolvimento da construção civil, desenvolveu-se também uma atividade ligada a mesma , que emprega uma boa parte da população. Existem registros de aproximadamente 80 imobiliárias em todo o município.
  • Indústria moveleira - A indústria moveleira também merece destaque, no município encontram-se cerca de 80 de pequeno e médio porte. É muito procurada pela comunidade caponense assim como pelo resto de estado pela qualidade de seus serviços.
 
Dados geográficos:
 
Capão da Canoa é um município do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se a uma latitude 29º44'44" sul e a uma longitude 50º00'35" oeste, estando a uma altitude de 6 metros.
 
Praias
 
Fazem parte de Capão da Canoa as praias de norte a sul:
 
  • Curumim 17,0 km
  • Arroio Teixeira 14,0 km
 
CAPÃO NOVO
 
  • Posto 9 - Village 13 km
  • Posto 5 - C.Novo antigo 10 km
  •  Posto 4 - 9 km
  • Posto 2 - Campus da UNISC 7,5 km
  • Jardim Beira Mar 4,5 km
  •  Praia do Barco 5,5 km
  • Zona Norte 4,0 km
  • Guarani 3,0 km
  • Arco Iris 2,5 km
  • Araçá 2,0 km
  • Zona Nova 1,0 km
 
Municípios vizinhos de capão da canoa:
 
  • Xangri-la 4,7 km
  • Imbé 23,8km
  • Arrio do Sal 28km
  • Maquiné 15,6km
  • Tramandaí 29,8km
  • Osório 26,9km
  • Cidreira 48,8km
  • Santo Antônio da Patrulha 46,1km
  • Porto Alegre: 118km
 
 

Características gerais:

 
 Bioma: Mata Atlântica e Pampa
 
Relevo e altitude:
 
Capão da Canoa, encontra-se na planície costeira do Litoral Norte do Rio Grande do Sul de relevo plano, os solos situam-se um pouco acima da linha das praias, onde este é bastante arenoso e com poucos nutrientes, pois há grande presença de dunas, principalmente na Praia do Barco, Capão Novo e Arroio Teixeira.
 
Vegetação:
 
A vegetação natural, corresponde a espécies naturais. O município conserva ainda algumas reservas de mata litorânea, que podem ser encontradas às margens da lagoa dos Quadros.
 
Hidrografia:
 
Encontramos no município: Lagoa dos Quadros, situada a oeste do município, formada por águas doces e calmas, tem cerca de 120 Km² de superfície (Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Rio Grande do Sul - 1990.). A lagoa pertence também aos municípios de Xangri-lá, Terra de Areia e Maquiné. 
Mar. São 17 Km e 200 metros de mar aberto ao lado leste do município. O mar é composto por águas do Oceano Atlântico.
 
Clima:
 
O clima encontrado no município é temperado (subtropical) variando entre 13 e 18 graus nos meses mais frios - junho, julho e agosto. E entre os 22 e 35 graus no verão - Dezembro, janeiro e fevereiro. Encontramos ainda ventos fortes e frios no inverno pela proteção natural que lhe dá a serra do mar.
 
 
Dados demográficos
 
População atual de Capão da Canoa
42 047 hab
 
População urbana de Capão da Canoa
41 794 hab
 
População rural de Capão da Canoa
253 hab
 
Produto Interno Bruto per capita
11.362 R$/ha.
 
Área(2011):
97,1km²
 
Densidade Demográfica(2011):
439,0hab/km²
 
Taxa de analfabetismo de pessoas com 15 anos ou mais(2010):
3,74%
 
Expectativa de Vida ao Nascer(2000):
70,59anos
 
Coeficiente de Mortalidade Infantil(2010):
11,69 por mil nascidos vivos
 
 
 

Dados geográficos

Dados geográficos:
 
Capão da Canoa é um município do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se a uma latitude 29º44'44" sul e a uma longitude 50º00'35" oeste, estando a uma altitude de 6 metros.
 
Praias
 
Fazem parte de Capão da Canoa as praias de norte a sul:
 
  • Curumim 17,0 km
  • Arroio Teixeira 14,0 km
 
CAPÃO NOVO
 
  • Posto 9 - Village 13 km
  • Posto 5 - C.Novo antigo 10 km
  • Posto 4 - 9 km
  • Posto 2 - Campus da UNISC 7,5 km
  • Jardim Beira Mar 4,5 km
  • Praia do Barco 5,5 km
  • Zona Norte 4,0 km
  • Guarani 3,0 km
  • Arco Iris 2,5 km
  • Araçá 2,0 km
  • Zona Nova 1,0 km
 
Municípios vizinhos de capão da canoa:
 
  • Xangri-la 4,7 km
  • Imbé 23,8km
  • Arrio do Sal 28km
  • Maquiné 15,6km
  • Tramandaí 29,8km
  • Osório 26,9km
  • Cidreira 48,8km
  • Santo Antônio da Patrulha 46,1km
  •  Porto Alegre: 118km
 

Características gerais:
 
Bioma: Mata Atlântica e Pampa
 
Relevo e altitude:
 
Capão da Canoa, encontra-se na planície costeira do Litoral Norte do Rio Grande do Sul de relevo plano, os solos situam-se um pouco acima da linha das praias, onde este é bastante arenoso e com poucos nutrientes, pois há grande presença de dunas, principalmente na Praia do Barco, Capão Novo e Arroio Teixeira.
 
Vegetação:
 
A vegetação natural, corresponde a espécies naturais. O município conserva ainda algumas reservas de mata litorânea, que podem ser encontradas às margens da lagoa dos Quadros.
 
Hidrografia:
 
Encontramos no município: Lagoa dos Quadros, situada a oeste do município, formada por águas doces e calmas, tem cerca de 120 Km² de superfície (Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Rio Grande do Sul - 1990.). A lagoa pertence também aos municípios de Xangri-lá, Terra de Areia e Maquiné. 
Mar. São 17 Km e 200 metros de mar aberto ao lado leste do município. O mar é composto por águas do Oceano Atlântico.
 
Clima:
 
O clima encontrado no município é temperado (subtropical) variando entre 13 e 18 graus nos meses mais frios - junho, julho e agosto. E entre os 22 e 35 graus no verão - Dezembro, janeiro e fevereiro. Encontramos ainda ventos fortes e frios no inverno pela proteção natural que lhe dá a serra do mar.
 
 
Dados demográficos
 
Dados
Valor atual
 
População atual de Capão da Canoa
42 047 hab
 
População urbana de Capão da Canoa
41 794 hab
 
População rural de Capão da Canoa
253 hab
 
Produto Interno Bruto per capita
11.362 R$/ha.
 
 
Área(2011):97,1km²
 
Densidade Demográfica(2011):439,0hab/km²
 
Taxa de analfabetismo de pessoas com 15 anos ou mais(2010):3,74%
 
Expectativa de Vida ao Nascer(2000):70,59anos
 
Coeficiente de Mortalidade Infantil(2010):11,69por mil nascidos vivos